11.7 C
Peru
Wednesday, April 14, 2021

Um grande passo para a Humanidade: Agência Espacial Europeia está recrutando mulheres para seu quadro de astronautas

Must read

Depois de a NASA anunciar que enviará uma mulher à Lua no projeto Ártemis, Europa quer mais diversidade em suas equipes

Thomson Reuters Foundation

09/02/2021 – 16:12
/ Atualizado em 09/02/2021 – 16:20

Jessica Meir (à esquerda) e Christina Koch, no interior da Estação Espacial Internacional Foto: Arte sobre foto da Nasa
Jessica Meir (à esquerda) e Christina Koch, no interior da Estação Espacial Internacional Foto: Arte sobre foto da Nasa

LONDRES – Será o espaço a nova fronteira da igualdade de gênero? A Agência Espacial Europeia (AEE) lançou uma missão esta semana para ter mais mulheres em seu quadro de astronautas. É a primeira campanha de recrutamento realizada pela instituição em mais de uma década.

ENTREVISTA:Mulheres matemáticas são ‘afastadas’ da academia com o tempo. É preciso discutir o porquê, diz pesquisadora

Cerca de 60 anos depois que o primeiro ser humano foi ao espaço, as mulheres são apenas 11% das 560 pessoas que já viajaram além da atmosfera terrestre, de acordo com o Escritório da ONU para Assuntos do Espaço Exterior.

Seguindo os passos da NASA, a AEE, com sede em Paris, afirmou querer mais diversidade no seu quadro de astronautas.

“Representar todas as partes da nossa sociedade é uma preocupação que levamos muito a sério”, disse David Parker, o diretor para exploração espacial humana e robótica da agência, em um comunicado. “A diversidade, na AEE, de estar atenta a origem, idade e gênero nos astronautas, mas também a condições físicas.”

Já leu?‘As coisas estão melhorando para as mulheres na ciência, mas ainda vemos bizarrices’, diz primeira brasileira a ser professora titular em Harvard

No ano passado, a NASA, agência espacial dos EUA, anunciou que enviará uma mulher à Lua por volta de 2024, dentro do programa Ártemis.

Apesar disso, ainda há muitos passos a serem dados no caminho de igualdade de gênero nas agências espaciais. Em março de 2019, a NASA foi obrigada a adiar a primeira caminhada espacial feita apenas por mulheres por falta de trajes no tamanho específico das duas astronautas. A caminhada histórica foi realizada, mais tarde, no mesmo ano.

More articles

- Advertisement -

Latest article