20.4 C
Peru
Thursday, September 16, 2021

Super Bowl: Tom Brady leva os Buccaneers ao título da NFL diante dos Chiefs de Mahomes

Must read

Com sétimo anel, quarterback alcança pedestal ainda mais alto no futebol americano

O Globo

08/02/2021 – 00:13
/ Atualizado em 08/02/2021 – 00:59

Tom Brady comemora durante o jogo contra os Chiefs Foto: Patrick Smith / AFP
Tom Brady comemora durante o jogo contra os Chiefs Foto: Patrick Smith / AFP

Tom Brady não tem limites. A cada temporada, o pedestal no qual o maior jogador da história da NFL fica ainda mais alto. Novo time, novos ares, novo anel de campeão. Enquanto houver Tom Brady, Patrick Mahomes vai ter que esperar para reinar absoluto na liga de futebol americano. E a vitória do Tampa Bay Buccaneers por 31 a 9 sobre o Kansas City Chiefs na 55ª edição do Super Bowl mostra isso.

Para Mahomes, não faltará tempo para ser o nome dominante. Ele já tem um título na carreira, já foi MVP de temporada e ainda tem 25 anos. Vê-se de muito perto o brilho futuro.

MAIS:Conheça o método Tom Brady, eficaz na longevidade do QB

Mas, hoje, comparar a história de Tom Brady a de outros jogadores chega a ser absurdo. Qualquer advérbio de intensidade não é suficiente para descrever o tamanho dele para o esporte. Qualquer esporte.

Aos 43 anos, Tom Brady te permite dizer que ele é maior que franquias. O quarterback alcançou o sétimo título da NFL, na décima aparição no Super Bowl. Nenhuma franquia venceu tanto. New England Patriots e Pittsburgh Steelers têm seis. Tampa Bay chegou ao segundo.

– Estou muito orgulhoso desses caras aqui. Tivemos uma fase difícil em novembro, mas crescemos no momento certo. A gente sabia que este momento chegaria, não é? – discursou Brady ao receber o troféu.

Quando ele deixou o New England Patriots ao fim da temporada passada parecia que o ciclo vitorioso tinha se encerrado. O tal limite. Era o fim da relação com o treinador Bill Belichick, a despedida de um lugar cuja história foi moldada por Brady.

Curiosamente, o quarterback conseguiu reatar em Tampa uma conexão que aparentemente jamais seria refeita. O tight-end Rob Gronkowski voltou da aposentadoria para a atual temporada. Juntos, eles venceram três Super Bowls pelos Patriots. E não haveria nada mais simbólico para a vitória dos Buccaneers do que os dois primeiros touchdowns da partida tenham sido em passes de Brady para aquele que fora seu alvo preferido no passado. A sensação é de um filme repetido que termina com final feliz para os protagonistas.

Quando The Weeknd subiu ao palco, um dos versos mais conhecidos da atração do intervalo também se aplicava ao título dos Buccaneers de Brady: “I Feel It Coming” (Eu sinto que está chegando). Por causa da pandemia, 25 mil pessoas estavam no estádio. Destas, 7.500 foram profissionais da saúde vacinados, convidados pela NFL.

Pela primeira vez uma equipe jogou o Super Bowl no próprio estádio. Anfitrião, o Tampa se valeu das muitas faltas cometidas pela defesa visitante para abrir vantagem: após dois quartos, o placar era 21 a 6.

Apesar da derrota que se consolidou na segunda metade da partida, não dá para desmerecer Patrick Mahomes. Embora com aparente resquício de lesões recentes, o talento exala a cada jogada, mesmo que o desfecho não seja um touchdown ou avanço significativo. Ele é capaz de achar soluções improváveis diante de uma defesa sufocante e que foi muito bem nas coberturas. Mas a conexão final com os recebedores não aconteceu. Tyreek Hill e Travis Kelce deixaram cair bolas cruciais que poderiam dar outra história ao jogo. Mahomes foi interceptado duas vezes.

Ao fim das contas, as linhas sobre o Super Bowl foram desenhadas de acordo com a vontade de Tom Brady, o maior de todos.

Os 12 princípios do método Tom Brady

1 – A maleabilidade muscular é a vertente perdida do treinamento de rendimento – e a menos aproveitada e menos compreendida. Tudo começa com a maleabilidade, o alongamento e o amaciamento diário dos músculos antes e depois da atividade física. Sem músculos maleáveis, você não consegue ter saúde a longo prazo. Todo atleta precisa encontrar um equilíbrio entre força, condicionamento e maleabilidade. O equilíbrio mudará com base em sua idade, esportes, necessidades e objetivos.

2 – Treinamento integrado – Nada funciona de forma isolada. O corpo é um sistema. Trate-o bem. É o único que você tem.

3 – Equilíbrio e moderação – O que é bom não é bom em excesso. Ao mesmo tempo, muitas coisas ruins são simplesmente ruins.

4 – Condicionamento para resistência e vitalidade – Condicionamento se trata de ter energia, resistência e vitalidade para realizar as atividades que você ama de maneira saudável e indolor. Boa saúde diz respeito ao modo como você se sente. Nós fomos educados a privilegiar nossa aparência. Mas sentir-se melhor é o principal.

5 – Musculação sem sobrecarga – A função dos músculos não é força ou aparência. Sua função é proteger a estrutura óssea e suportar as tarefas da vida cotidiana. Você deve treinar para desenvolver a força ideal apra fazer o trabalho que seu corpo precisa, limitando a carga – especialmente a sobre carga – sobre as articulações. Faça os músculos funcionarem todos os dias e fortaleça adequadamente para aquilo que você exige deles em sua vida cotidiana.

6 –Estimular respostas anti-inflamatórias no corpo – Tudo o que reduz a inflamação em nossos corpos, incluindo hidratação e nutrição, maximiza a maleabilidade e acelera a recuperação. Tente evitar a autoinflamação, seja em sua mente, seu corpo ou espírito.

7 – Estimular o fluxo de sangue rico em oxigênio – O sangue que flui para o cérebro é o mesmo que flui para os pés – e para todos os lugares entre os extremos. Quanto mais você conseguir estimular a circulação de sangue rico em oxigênio e manter a função da bomba muscular em 100% –  contração e relaxamento completos – em todas as partes do corpo, melhor. O sangue rico em oxigênio rejuvenesce e regenera, levando à saúde ideal.

8 – Hidratação adequada – Beber água suficiente todos os dias, de preferência com eletrólitos, é essencial para a maleabilidade muscular.

9 – Nutrição saudável – Nenhum programa de treinamento ou exercício é eficaz a menos que seja complementado por uma nutrição adequada. Você não pode treinar nem se recuperar bem quando priva o corpo e os músculos dos nutrientes certos. O que você acrescenta ao seu corpo muitas vezes é o que vai tirar dele.

10 – Suplementação – A nutrição saudável é amplificada pelas vitaminas, nutrientes e minerais adequados, com base em sua dieta atual, idade e níveis de atividade.

11 – Exercícios mentais – A neuroplasticidade consiste em gerar e regenerar as conexões neurais, o que só acontece quando treinamos nosso cérebro da mesma forma que nossos músculos.

12 – Repouso, reconcentração e recuperação mental – O corpo e o cérebro precisam de descanso para se reconcentrarem e se recuperarem através de sono, meditação (ou outras técnicas de equilíbrio que encorajem a atitude mental correta) e inovações de recuperação, como roupas de dormir tecnológicas.

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article