26.8 C
Peru
Wednesday, June 16, 2021

Programas no estado do Rio para se fazer ao ar livre e com segurança neste verão

Must read

Cavalgadas, praias, trilhas e aventura são alguns deles

O Globo

08/02/2021 – 04:30

Rafting em Três Rios Foto: Divulgação/Tuareg
Rafting em Três Rios Foto: Divulgação/Tuareg

RIO – Os dias mais longos do verão e a própria pandemia da Covid-19 convidam para atividades ao ar livre. Quem está com saudade de viajar após tanto tempo de home office, mas não quer se arriscar, encontra ecoturismo, aventura, praias mais vazias e outras opções que preservam o distanciamento social perto do capital. Separamos algumas delas:

Leia mais: Volta às aulas: hotéis adaptam quartos para ensino remoto; especialistas alertam para cuidados

Cavalgadas em Petrópolis

Conhecer as belezas naturais da Serra Fluminense, incluindo trilhas ecológicas e cachoeiras. Tudo isso cavalgando. No Vale do Cuiabá, bairro no distrito de Itaipava, o Haras Analu, que funciona desde 1988, oferece trajetos pela Mata Atlântica. Para os iniciantes, também na própria propriedade, todos com guia. O local ainda  possui cavalos especiais para crianças e iniciantes.

Cavalgada no Vale do Cuiabá Foto: Divulgação/Guapiaçu Ecotour
Cavalgada no Vale do Cuiabá Foto: Divulgação/Guapiaçu Ecotour

Já o Centro Hípico Patrícia Berardo oferece saídas à noite, batizadas de “Cavalgada ao luar”, em passeios que variam de uma a três horas de duração. As trilhas acontecem nas áreas rurais que ficam nas redondezas do Vale do Cuiabá e da Boa Esperança.

Saiba mais:As histórias de uma viagem longa e solitária pelos Estados Unidos

O Rancho da Ferradura propicia circuitos em plena Mata Atlântica, mas em outra região da cidade: o Vale das Videiras, no distrito de Araras.

Todos precisam ser reservados com antecedência. Por conta da pandemia, há limitação de pessoas.

Praias

É verão e, mesmo com a ameaça do coronavírus, muitos têm se arriscado nas praias litorâneas mais famosas do Estado. Para quem quer dar uma mergulho e não correr tantos riscos, há algumas opções de locais pouco visitados por turistas. Na capital, a Praia do Perigoso, em Barra de Guaratiba, é uma delas. Localizada no Parque Estadual da Pedra Branca, ela tem natureza intocada e é acessível por um trilha ou por barco. O nome nada tem a ver com um possível perigo para os banhistas, mas de uma história que não se sabe ser verdade: o local teria sido abrigo, durante muito tempo, de um bandido.

Praia do Forno Foto: Divulgação/Melhores Destinos
Praia do Forno Foto: Divulgação/Melhores Destinos

Em Arraial do Cabo, a Praia do Farol é protegida pela Marinha, mas há barqueiros com autorização para acessá-la, em passeios que vão de 3h a 4h. Águas cristalinas e areia branquinha em um recanto do verde da Mata Atlântica garante a paisagem sem defeitos. No porto da cidade, há informações sobre quem tem autorização para viajar até lá.

Em Paraty, a Praia da Sumaca é uma pequena faixa de areia que se esconde entre as montanhas repletas de vegetação da Mata Atlântica, sendo um ponto de passagem para quem vai ao Farol da Juatinga. O acesso pra lá se dá por trilha ou barco do porto de Angra ou do píer de Paraty.

Cachoeiras e trilhas

O Parque Estadual Serra da Concórdia, com quase 6 mil hectares em todo o Vale do Paraiba, é relativamente novo, tendo sido criado em 2002. No local, as trilhas levam a belas paisagens e atrativos, como os mirantes da Serra da Concórdia e Barão de Juparanã e as cachoeiras de Ipiabas e Bonsucesso. O uso da máscara é obrigatório durante todo o período e, por conta da pandemia, os grupos estão limitados a até seis pessoas. Além disso, a amplitude do local garante o distanciamento social, mas lembre-se de levar sua máscara e álcool em gel. Alguns hotéis da região, como o Santa Amália, em Vassouras, oferecem passeios por lá. Não há cobrança de ingresso. Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Aventura

Rafting e canoagem a apenas duas horas do Rio? Os programas são ofertados por empresas localizadas na cidade de Três Rios onde, como o nome diz, acontece o encontro de três rios da região: Paraíba do Sul, Piabanha e Paraibuna. É neste último que a pratica é possível. Os passeios duram de duas a quatro horas e, por conta das medidas de segurança, que reduziram em 70% a capacidade dos botes, é preciso fazer reserva com antecedência. Algumas delas são a Aventur (aventur.com.br) e Tuareg (tuaregrafting.com.br).

Tucano de bico verde pode ser visto no Parque Nacional de Itatiaia Foto: Divulgaçao/Birds Rio
Tucano de bico verde pode ser visto no Parque Nacional de Itatiaia Foto: Divulgaçao/Birds Rio

Observação de aves

Os mais experientes podem realizar a atividade até individualmente, mas há empresas que oferecem guias particulares para a prática de birdwatching. A empresa Birds Rio oferece trajetos em diversas áreas do estado, como no Parque Nacional de Itatiaia, onde é possível ver centenas de espécies. Em algumas áreas, há concentração de animais, como na Rota das Corujas na Trilha dos Tucanos. A empresa faz passeios individualizados (com transporte) durante a pandemia e fornece material (como binóculos) higienizados, além de máscara e álcool em gel. O preço é sob consulta. birdsrio.com.br

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article