27.9 C
Peru
Monday, September 27, 2021

Papa Francisco passa bem após cirurgia e ficará uma semana internado

Must read

Procedimento no intestino grosso já estava agendado e foi anunciado na manhã de domingo; segundo o Vaticano, o Pontífice ‘encontra-se em boas condições gerais, está alerta e respira sem ajuda’

O Globo e agências internacionais

05/07/2021 – 07:27 / Atualizado em 05/07/2021 – 07:37

Papa cumprimenta apoiadores em cerimônia no fim de junho Foto: REMO CASILLI / REUTERS
Papa cumprimenta apoiadores em cerimônia no fim de junho Foto: REMO CASILLI / REUTERS

ROMA — O Papa Francisco, de 84 anos, passa bem após ser submetido a uma cirurgia no intestino grosso, no domingo, informou o Vaticano nesta segunda-feira. De acordo com a  Igreja Católica, ele ficará internado por cerca de uma semana.

O Papa “encontra-se em boas condições gerais, está alerta e respira sem ajuda”, informou o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, em um comunicado, afirmando que o procedimento cirúrgico durou cerca de três horas. “Ele deve permanecer internado por cerca de uma semana, salvo se houver complicações.”

Denúncia: Poderoso cardeal do Vaticano é acusado de lavagem de dinheiro, fraude e extorsão

A realização da cirurgia foi anunciada no domingo de manhã pela Santa Sé, segundo a qual ela já estava agendada. O procedimento buscou corrigir um “estreitamento intestinal (estenose) diverticular sintomático do cólon”, e foi realizado por laparoscopia, de modo que não fosse invasivo. O médico Sergio Alfieri foi o responsável pela condução da operação.

Jovens iraquianos mergulham no rio Shatt Al-Arab, perto do porto de Maqil, em meio a onda de calor na cidade de Basra, no sul do Iraque Foto: HUSSEIN FALEH / AFP
Jovens iraquianos mergulham no rio Shatt Al-Arab, perto do porto de Maqil, em meio a onda de calor na cidade de Basra, no sul do Iraque Foto: HUSSEIN FALEH / AFP
Raio cruza o céu durante show de luzes na véspera do 100º aniversário do Partido Comunista Chinês, em Pequim Foto: NOEL CELIS / AFP
Raio cruza o céu durante show de luzes na véspera do 100º aniversário do Partido Comunista Chinês, em Pequim Foto: NOEL CELIS / AFP
Membro do clero posa sob a instalação do artista britânico Luke Jerram 'Gaia', uma réplica de 7 metros do planeta Terra, suspensa na nave da Catedral de Ely em Ely, Cambridge Foto: OLI SCARFF / AFP
Membro do clero posa sob a instalação do artista britânico Luke Jerram ‘Gaia’, uma réplica de 7 metros do planeta Terra, suspensa na nave da Catedral de Ely em Ely, Cambridge Foto: OLI SCARFF / AFP
Equipes de resgate procuram possíveis sobreviventes no prédio parcialmente desmoronado em Surfside, na Flórida Foto: GIORGIO VIERA / AFP
Equipes de resgate procuram possíveis sobreviventes no prédio parcialmente desmoronado em Surfside, na Flórida Foto: GIORGIO VIERA / AFP
Agricultores cobertos de lama brincam em um arrozal durante o
Agricultores cobertos de lama brincam em um arrozal durante o “Dia Nacional do Arroz”, na vila de Tokha, Katmandu Foto: PRAKASH MATHEMA / AFP
Trabalhadores do teatro Colon, da Argentina, verificam as lâmpadas de um lustre de 1,3 toneladas em Buenos Aires, antes de sua reabertura, marcada para 2 de julho. O teatro permanece fechado desde março de 2020 para evitar a disseminação da COVID-19 Foto: JUAN MABROMATA / AFP
Trabalhadores do teatro Colon, da Argentina, verificam as lâmpadas de um lustre de 1,3 toneladas em Buenos Aires, antes de sua reabertura, marcada para 2 de julho. O teatro permanece fechado desde março de 2020 para evitar a disseminação da COVID-19 Foto: JUAN MABROMATA / AFP
Banhistas brincam nas ondas do mar Mediterrâneo, em Nice, na França Foto: VALERY HACHE / AFP
Banhistas brincam nas ondas do mar Mediterrâneo, em Nice, na França Foto: VALERY HACHE / AFP
Casal homoafetivo se beija diante da Movistar Arena colorida com a bandeira do arco-íris durante o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, em Bogotá, Colômbia Foto: DANIEL MUNOZ / AFP
Casal homoafetivo se beija diante da Movistar Arena colorida com a bandeira do arco-íris durante o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, em Bogotá, Colômbia Foto: DANIEL MUNOZ / AFP
Manifestantes derrubam uma estátua de Cristóvão Colombo durante uma manifestação contra o governo em Barranquilla, Colômbia Foto: MERY GRANDOS HERRERA / AFP
Manifestantes derrubam uma estátua de Cristóvão Colombo durante uma manifestação contra o governo em Barranquilla, Colômbia Foto: MERY GRANDOS HERRERA / AFP
Equipe médica cuida de pacientes com Covid-19 em uma tenda montada do lado de fora de um hospital, em Bogor, durante aumento de casos na Indonésia Foto: ADITYA AJI / AFP
Equipe médica cuida de pacientes com Covid-19 em uma tenda montada do lado de fora de um hospital, em Bogor, durante aumento de casos na Indonésia Foto: ADITYA AJI / AFP
Manifestantes bloqueiam uma rua durante um protesto contra o governo em Medellín, Colômbia Foto: JOAQUIN SARMIENTO / AFP
Manifestantes bloqueiam uma rua durante um protesto contra o governo em Medellín, Colômbia Foto: JOAQUIN SARMIENTO / AFP
Pessoas visitam a feira Mobile World Congress (MWC), em Barcelona Foto: PAU BARRENA / AFP
Pessoas visitam a feira Mobile World Congress (MWC), em Barcelona Foto: PAU BARRENA / AFP
Meninas mergulham na cachoeira de um parque em Washington, durante onda de calor que atinge grande parte dos Estados Unidos Foto: JIM WATSON / AFP
Meninas mergulham na cachoeira de um parque em Washington, durante onda de calor que atinge grande parte dos Estados Unidos Foto: JIM WATSON / AFP
Artistas dançam durante uma apresentação na celebração do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China, no estádio nacional, em Pequim Foto: NOEL CELIS / AFP
Artistas dançam durante uma apresentação na celebração do 100º aniversário da fundação do Partido Comunista da China, no estádio nacional, em Pequim Foto: NOEL CELIS / AFP
Pessoas tentam pegar oferendas lançadas por membros da tribo Tengger no cume do vulcão ativo Monte Bromo, em Probolinggo, província de Java Oriental Foto: JUNI KRISWANTO / AFP
Pessoas tentam pegar oferendas lançadas por membros da tribo Tengger no cume do vulcão ativo Monte Bromo, em Probolinggo, província de Java Oriental Foto: JUNI KRISWANTO / AFP

A Policlínica Gemelli tradicionalmente recebe os chefes da Igreja Católica quando precisam de tratamento, e uma parte do seu 10º andar é reservada a eles. Esta foi a primeira vez, porém, em que o sacerdote argentino Jorge Mario Bergoglio foi internado desde que assumiu como Papa Francisco, em 2013.

O cirurgião do aparelho digestivo Juliano Barra, do Hospital Sírio-Libanês em Brasília (DF), disse ao site G1 que um dos principais sintomas do estreitamento do intestino, que é comum entre idosos, são as dores ao evacuar. A cirurgia consiste em retirar a parte do órgão que sofre com a estenose e juntar as duas pontas que ficam soltas depois da remoção, explicou Barra. Com isso, acrescentou, o problema é sanado.

—  Como o Papa é um paciente idoso, há um certo grau de risco. Mas é uma cirurgia que faz parte do dia a dia de qualquer hospital. Não é nada de outro mundo —  disse o médico ao G1.

Três horas antes de a internação ser anunciada, o Papa participou da tradicional cerimônia do Angelus que acontece aos domingos na Praça de São Pedro, na qual reza com o público da sacada do Palácio Apostólico. Na ocasião, ele informou que viajará em setembro para a Hungria e a Eslováquia.

— Estou feliz em anunciar que de 12 a 15 de setembro, se Deus quiser, irei à Eslováquia para uma visita pastoral —  disse, sem informar que realizaria uma cirurgia.

Francisco especificou que em 12 de setembro celebrará a missa de encerramento do 52º Congresso Eucarístico Internacional em Budapeste, na Hungria.

Durante a reza, Francisco falou da necessidade de superar o “conforto do hábito” e “a ditadura dos preconceitos”, que são “um risco que todos nós corremos”.

— Pensamos que sabemos muito de uma pessoa, a etiquetamos e a fechamos em nossos prejuízos — disse.

Embora o Papa Francisco não tenha tirado férias há muito tempo, assim como não o fez durante o período em que era arcebispo na Argentina, ele costuma reduzir consideravelmente sua agenda em julho, mês de férias no Hemisfério Norte, quando dificilmente tem eventos públicos e suspende grande parte de seus compromissos semanais fixos.

O Papa retirou parte de um dos pulmões na juventude, mas raramente precisou cancelar compromissos ao longo dos oito anos de pontificado por causa de problemas de saúde. No final do ano passado, ele não participou das missas de 31 de dezembro à noite e de 1º de janeiro pela manhã devido a uma dor no nervo ciático. Em março de 2020, antes da Semana Santa, ele cancelou sua participação em uma jornada de orações em um convento na periferia de Roma após contrair um resfriado forte.

Previous articleCopa América 2021: ¿cómo llega Perú al partido contra Brasil?
Next articleAna Cañas grava clipe com Maria Casadevall e lembra início de carreira: 'Já cantei por um prato de comida'
spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article