11.7 C
Peru
Wednesday, April 14, 2021

Os bastidores da recepção de Lucas do BBB em sua 'quebrada'

Must read

Autoeliminado do programa foi recebido com batucada de escola de samba, abraços, pedidos de selfie e gritos de ‘fora Karol Conká’ e ‘Juliette campeã’

Luís Lima

08/02/2021 – 19:29

Lucas Penteado reencontra família e amigos no bairro de Bela Vista, em São Paulo Foto: Reprodução
Lucas Penteado reencontra família e amigos no bairro de Bela Vista, em São Paulo Foto: Reprodução

“Eu não vou ser aceito aqui, eu não vou ser aceito quando eu chegar na minha comunidade, eu não vou ser aceito pelos meus amigos, eu não vou ser aceito pela minha família”, foram algumas das últimas palavras ditas em rede nacional pelo autoeliminado do BBB 21, Lucas Penteado, de 24 anos. Ele decidiu abandonar o programa no domingo (7) após protagonizar o primeiro beijo homoafetivo da história do reality show.

Poucas horas depois, ao chegar a São Paulo, mais precisamente no bairro da Bela Vista, onde mora com os pais e irmãos, o que se viu foi exatamente o contrário: familiares e amigos de braços abertos, lágrimas nos olhos, além de fãs, que não compactuaram com a sistemática tentativa de outros participantes de isolá-lo, e que foi interpretada como terrorismo psicológico por parte da audiência.

Ao contrário da ausência de “fair play” — ou jogo justo, em tradução literal — dos oponentes de Lucas, a Bela Vista acolheu o ator com humanidade. Ao chegar, recebeu um abraço da mãe: “Filho, você é um campeão”, disse ela, junto à família, com as malas do programa recém-tiradas de um carro. “Alô, Bela Vista, eu voltei”, gritou o ator, antes de entrar em casa aos gritos de “Vamos, Lucas, estamos juntos”, e “Eu te amo”, também vindos de irmãos, pai e padrinho.

O que tinha tudo para ser uma noite de domingo comum, terminou em samba. A tradicional escola Vai Vai, que fica a 850 metros do prédio onde mora o ator, já tinha dado a nota nas redes sociais: “A gente não abandona o nosso povo. (…) Sua comunidade está aqui. Te aceita, te respeita, te apoia e tem orgulho do menino que você é”, escreveu a agremiação.

Perto das 20h, quem passou em frente ao prédio do ex-participante pode vê-lo fazer coro à bateria da escola de samba, com uma caixa de guerra de número 13, boné preto, máscara e jaqueta jeans – com uma estampa de si mesmo nas costas.

Lucas Penteado toca com a bateria da escola de samba Vai Vai Foto: Reprodução
Lucas Penteado toca com a bateria da escola de samba Vai Vai Foto: Reprodução


Após o fim da batucada, Lucas retornou ao prédio, onde voltou a ser recebido por uma fila de vizinhos (e amigos de vizinhos), que queriam abraçá-lo, manifestar apoio e tirar selfies. “Nunca quis essa fama”, disse, com o sorriso no rosto e uma energia que não parecia ter acabado de desembarcar da turbulenta passagem pelo maior reality show do país.

“Só agora, aos poucos, estou digerindo o tamanho do carinho que o Brasil está me dando”, completou, sob o olhar da mãe. Pai e irmãos também acompanhavam o ex-participante do BBB21, que havia recém terminado uma live com a vencedora da última edição do reality show A Fazenda, da Record TV, Jojo Toddynho.

Durante a exibição do programa que mostrou a saída de Lucas, o prédio da Bela Vista voltou a vibrar. Quando o apresentador, Tiago Leifert, se emocionou ao dizer que “faltou carinho” e “estender a mão” por parte alguns de participantes, o que se ouvia eram repetidos gritos de “Lucas campeão”, embalados por palmas, latidos de cães e fogos de artifício esporádicos.

No edifício de quinze andares, diversos moradores, de crianças a idosos, com roupas informais, acenderam as luzes da sala e apareciam na janela, ou mesmo fora de casa, para ovacionar o também rapper. O prédio vizinho também entrou no “samba” de boas-vindas.

Lucas devolveu o afeto direto de sua varanda: “Obrigado, Bela Vista!”, respondeu. E pediu vitória para a participante paraibana Juliette Freire, de quem se aproximou nos últimos dias de programa por também estar isolada na casa mais vigiada do país. “Coxinha, croquete, viva Juliette!”, exaltavam alguns moradores.

No fim da fila de preferência dos vizinhos de Lucas estava a cantora Karol Conká, que entrou em rota de colisão com o ator por diversas vezes, a quem chamou de abusador, entre outros ataques. “Fora Karol, vem tombar aqui a fora” era o pedido dos apoiadores de Lucas, em referência ao seu principal hit, “Tombei”.

Lucas entrou no BBB com o objetivo de comprar uma casa para a mãe. Em uma jornada meteórica de 14 dias de programa, se indispôs com a maioria dos integrantes da casa, com um jeito de se relacionar verborrágico e errático, ao tentar buscar validação onde não precisava. Ao ser rejeitado pelo coletivo, ter sua luta antirracista e bissexualidade questionadas, conquistou a compaixão do país, para além das fronteiras da Bela Vista.

Menos de um dia após sua saída, uma vaquinha online levantou mais de R$ 98 mil, de uma meta flexível de R$ 1,5 milhão — mesmo valor do prêmio do reality show. No Instagram, e até a publicação desta reportagem, são mais de 7,4 milhões de seguidores. Lucas termina o jogo maior do que entrou e reforça que o poder do cancelamento não pode ser maior que o da empatia.

More articles

- Advertisement -

Latest article