11.7 C
Peru
Wednesday, April 14, 2021

Mortos por Covid-19 no Brasil chegam a 231 mil; casos beiram os 10 milhões

Must read

País segue registrando mais de mil óbitos por dia em média; número de vacinados (3,5 milhões) representa 1,67% da população

O Globo

06/02/2021 – 21:19

A praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, há uma semana Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo / 31-01-2021
A praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, há uma semana Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo / 31-01-2021

SÃO PAULO – O Brasil chegou neste domingo (6) à marca de 231.069 mortes causadas pela Covid-19após o registro de 942 óbitos nas últimas 24 horas. Nesta semana, foi registrada uma média de 1.014 mortes por dia mantendo-se estável em relação a 15 dias atrás.

Foram contabilizados 43.637 novos casos em um dia, totalizando 9.492.275 de infectados pelo coronavírus no país. A média móvel semanal foi de 43.637 diagnósticos positivos, praticamente sem variação em relação há duas semanas.

SAIBA MAIS:  Veja como está a epidemia de Covid-19 no seu Estado

A média móvel é calculada a partir do número verificado em dia e nos seis dias anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes.

O cálculo levando em conta o período semanal é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o “ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

VEJA TAMBÉM:  Como estão os números do coronavírus no Brasil e no mundo

Neste domingo, o Brasil ultrapassou a marca de 3,5 milhões de doses de vacina contra Covid-19 aplicadas. Ao todo, 3.531.334 doses já foram aplicadas no país, o que representa 40% das doses atualmente disponíveis, e  1,67% da população total.

Em um dia, o país vacinou 166.590 mil pessoas com a primeira dose de vacina e 18.315 com a segunda dose. Os números significam que 0,01% da população brasileira tem imunização completa contra Covid-19.

Os dados são do consórcio formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo e reúne informações das secretarias estaduais de Saúde divulgadas diariamente até as 20h. A iniciativa dos veículos da mídia foi criada a partir de inconsistências nos dados apresentados pelo Ministério da Saúde.

More articles

- Advertisement -

Latest article