17.7 C
Peru
Saturday, September 25, 2021

Moro critica decisão do STF e diz que não houve fraude processual na Lava Jato

Must read

Guilherme Amado Foto: Agência O Globo



Exclusivo para Assinantes

Moro defendeu Lava Jato

09/02/2021 – 20:42
/ Atualizado em 09/02/2021 – 22:11

Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Foto: Guito Moreto / Agência O Globo
Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

Sergio Moro criticou nesta terça-feira a liberação das mensagens hackeadas dos procuradores da Lava Jato, pela Segunda Turma do STF.

“Lamenta-se que supostas mensagens obtidas por violação criminosa de dispositivos de agentes da lei possam ser acessadas por terceiros, contrariando a jurisprudência e as regras que vedam a utilização de provas ilícitas em processos. Nenhuma das supostas mensagens retrata fraude processual, incriminação indevida de algum inocente, sonegação de prova, antecipação de julgamento, motivação político-partidária, quebra da imparcialidade ou qualquer ato ilegal ou reprovável”, afirmou em nota.

Leia: MP pede que TCU suspenda pagamentos à empresa onde Moro trabalha no caso Odebrecht

Moro também defendeu a Lava Jato.

“A Operação Lava Jato foi um marco no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro no Brasil e, de certo modo, em outros países, especialmente da América Latina, colocando fim à generalizada impunidade destes crimes. A Operação Lava Jato foi um trabalho institucional, envolvendo todo o sistema de Justiça e órgãos acessórios. Também exigiu uma grande dose de sacrifício pessoal dos indivíduos que nela atuaram”.

Leia: Aluno faz protesto contra Moro em live e o questiona por mensagens hackeadas

ACESSE A HOME DA COLUNA E LEIA TODAS AS NOTAS, ENTREVISTAS E ANÁLISES

Acompanhe nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article