8.2 C
Peru
Sunday, April 11, 2021

Dois meses depois, PGR não oficiou Flávio sobre relatórios de inteligência

Must read

Guilherme Amado Foto: Agência O Globo

Órgão ainda não cobrou o senador a explicar a origem dos documentos recebidos por ele

11/02/2021 – 13:25
/ Atualizado em 11/02/2021 – 13:27

Flávio Bolsonaro Foto: Leo Martins/Agência O Globo
Flávio Bolsonaro Foto: Leo Martins/Agência O Globo

Dois meses após a coluna revelar que Flávio Bolsonaro recebeu relatórios de inteligência, a PGR ainda não oficiou o senador para que explique o caso.

A coluna mostrou em 11 de dezembro que a Abin produziu dois relatórios para orientar a defesa do zero um no caso das rachadinhas. Os documentos foram enviados diretamente ao WhatsApp do senador.

Antes, em 23 de outubro, a coluna já havia revelado que duas advogadas de Flávio se reuniram no Palácio do Planalto com Jair Bolsonaro, Augusto Heleno e o chefe da Abin, Alexandre Ramagem.

Na reunião, elas expuseram as suspeitas de que servidores da Receita Federal acessaram de forma ilegal dados sigilosos do senador.

Mesmo após o caso vir à tona, a PGR segue sem cobrar explicações do filho do presidente.

(Guilherme Amado e Naomi Matsui)

ACESSE A HOME DA COLUNA E LEIA TODAS AS NOTAS, ENTREVISTAS E ANÁLISES

Acompanhe nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram

More articles

- Advertisement -

Latest article