10 C
Peru
Monday, April 12, 2021

CNC participa da elaboração de propostas para fortalecer as empresas na pandemia

Must read

Especial Publicitário

Entre as sugestões estão a reedição do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e a flexibilização das regras de lay-off

Por
CNC

11/02/2021 – 13:05

Conteúdo de responsabilidade do anunciante

A disseminação da covid-19 continua gerando dificuldades e consequências negativas para as relações do trabalho e para a manutenção das empresas e dos empregos. Foto: Divulgação
A disseminação da covid-19 continua gerando dificuldades e consequências negativas para as relações do trabalho e para a manutenção das empresas e dos empregos. Foto: Divulgação

Com participação efetiva da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Conselho Nacional do Trabalho elaborou, no início de 2021, uma série de propostas de medidas trabalhistas para fortalecer as empresas na pandemia e contribuir para que o Brasil supere a crise atual. O documento foi encaminhado ao governo federal pela bancada dos empregadores. Entre as sugestões estão a reedição do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e a flexibilização das regras de lay-off.

“Como representante de setores que geram mais de 25 milhões de empregos em todo o País, a CNC tem papel essencial neste debate”, afirma José Roberto Tadros, presidente da CNC. Para ele, a disseminação da covid-19 continua gerando dificuldades e consequências negativas para as relações do trabalho e para a manutenção das empresas e dos empregos. “A economia já vem dando sinais de reação, mas a continuação das medidas de estímulo ao emprego, como forma de preservar renda, postos de trabalho e a sobrevivência das empresas, é fundamental”, completa.

Especificamente com relação ao lay-off, uma das sugestões é permitir que os cursos de qualificação profissional possam ser realizados na modalidade não presencial. “O Senac, por exemplo, como entidade formadora de referência no País, tem infraestrutura disponível para fazer treinamentos de capacitação de maneira virtual”, destaca Tadros.

More articles

- Advertisement -

Latest article