29.3 C
Peru
Sunday, June 13, 2021

Chanceler de Bolsonaro tem primeira conversa por telefone com chefe da diplomacia de Biden

Must read

Este foi o primeiro contato telefônico entre os dois. A agenda bilateral ganhou destaque na conversa

Eliane Oliveira

11/02/2021 – 13:20
/ Atualizado em 11/02/2021 – 13:35

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante cerimônia no Itamaraty Foto: Jorge William/Agência O Globo/20-10-2020
O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante cerimônia no Itamaraty Foto: Jorge William/Agência O Globo/20-10-2020

BRASÍLIA — Três semanas depois da posse do democrata Joe Biden como presidente dos Estados Unidos, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o secretário de Estado americano, Antony Blinken, trocaram um telefonema na manhã desta quinta-feira. O teor da conversa não foi divulgado pelo Itamaraty mas, se depender do governo brasileiro, a agenda bilateral que vigorava na gestão do ex-presidente Donald Trump será mantida.

Segundo uma fonte da área diplomática, “foi uma conversa longa e produtiva”. O diálogo teve como premissa valores e interesses comuns em diversas áreas, com ênfase para a relação bilateral. Este foi o primeiro contato telefônico entre as duas autoridades. Mas o ministro brasileiro já havia trocado mensagens com o secretário de Estado nos últimos dias.

Veja: Empresários brasileiros e americanos pedem aproximação entre Biden e Bolsonaro

No fim de janeiro, Ernesto Araújo enviou uma carta a Blinken, em que destacou a “agenda robusta” nas relações bilaterais. Em seguida, durante um debate virtual no Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, há duas semanas, o chanceler brasileiro chamou os EUA de “superpotência da liberdade” e disse que o Brasil tem interesse em se juntar a uma aliança de países democráticos — projeto internacional abordado por Joe Biden ainda durante a campanha.

Fã de Donald Trump, o presidente Jair Bolsonaro foi um dos últimos chefes de Estado a reconhecer a eleição de Biden. No mês passado, Bolsonaro enviou uma carta ao novo presidente americano em que disse esperar que os dois países mantenham excelentes relações.

Leia: Araújo diz que governo Bolsonaro não vai mudar por Biden e que espera ‘compreensão mútua’

Algumas questões preocupam o governo brasileiro. Uma delas é a manutenção do apoio à candidatura do Brasil como membro da Organização para Cooperação de Desenvolvimento Econômico (OCDE). A promessa de um acordo de livre comércio, a parceria no centro de lançamento de satélites de Alcântara (MA) e a concessão de um tratamento especial do Brasil como aliado militar preferencial fora da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) são outros exemplos.

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article