-1.7 C
Peru
Friday, November 26, 2021

Causa do acidente que matou Kobe Bryant será anunciada nesta terça-feira

Must read

Queda de helicóptero matou o astro e sua filha, Gianna, de 13 anos

O Globo e Independent

09/02/2021 – 10:18
/ Atualizado em 09/02/2021 – 10:30

Mural homenageia Kobe a filha, Gianna, mortos em acidente há um ano Foto: FREDERIC J. BROWN / AFP
Mural homenageia Kobe a filha, Gianna, mortos em acidente há um ano Foto: FREDERIC J. BROWN / AFP

Autoridades norte-americanas pretendem divulgar nesta terça-feira as prováveis causas da queda do helicóptero que matou o astro Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas. O acidente, ocorrido no dia 26 de janeiro do ano passado, causou luto ao redor do mundo e se desdobrou em ações judiciais e movimentos na legislação do país.

Um ano após a tragédia, ainda há indefinição e acusações sobre os culpados. A viúva de Kobe, Vanessa, culpa o piloto, bem como as empresas que detinham a posse e faziam a operação da aeronave. O irmão do piloto não culpa Bryant, mas diz que o ex-jogador sabia os riscos do vôo. As empresas responsáveis pelo helicóptero dizem que o tempo naquele dia foi um ‘ato de Deus’ e apontam os dedos para os controladores de tráfego aéreo.

— O mundo todo está de olho por causa do Kobe — diz Ed Coleman, professor da Universidade Aeronáutica Embry-Riddle e especialista em segurança.

Bryant, sua filha e os seis outros passageiros voavam de condado de Orange em direção ao um torneio de basquete juvenil na Mamba Sports Academy, no condado de Ventura, quando o o helicóptero deu de cara com uma névoa espessa no Vale San Fernando, ao norte de Los Angeles. O piloto Ara Zobayan tentou subir rapidamente e chegou a passar pela névoa, mas a aeronave, um Sikorsky S-76, perdeu altitude e caiu nas colinas de Calabasas, matando todos os ocupantes na hora. A fuselagem pegou fogo após o acidente.

Não havia sinais de falha mecânica no que se acredita ter sido um acidente, diz o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes. A entidade divulgará medidas de segurança facultativas para evitar novos acidentes na reunião remota que fará neste terça.

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article