-8.7 C
Peru
Saturday, January 22, 2022

Associação Israelense de Judô declina proposta de trabalho para Alain Schmitt após treinador ser acusado de agressão por Margaux Pinot, ouro em Tóquio

Must read

Schmitt nega violência e foi libertado nesta quarta-feira

O Globo e agências internacionais

02/12/2021 – 09:23 / Atualizado em 02/12/2021 – 09:35

O caso de agressão envolvendo a campeã olímpica de judô Margaux Pinot e seu treinador e namorado Alain Schmitt chocou representantes da categoria esportiva. Schmitt chegou a ser preso após a acusação de violência, mas foi solto por “falta de provas” nesta quarta-feira, após audiência no tribunal de Bobigny, na França. Após a repercussão do caso, a Associação Israelense de Judô declinou proposta para o ex-judoca treinar a seleção feminina do país.

Schmitt foi detido horas antes de viajar para assumir o cargo. O porta-voz da Associação, Gil Levanony, disse à AFP que eles “suspenderam todo contato com ele”.

Margaux falou sobre o caso nas redes sociais após a audiência e compartilhou uma foto do rosto com marcas de socos e arranhões.

spot_img

More articles

- Advertisement -

Latest article